Ramirez apoia edição de livro sobre cultura azulejar portuguesa

Da autoria do artista plástico Filipe Mariares, o livro “Aguarelas dos Painéis de Azulejo da Biblioteca Municipal do Porto e a sua História”, é uma obra singular, editada com o apoio da Câmara Municipal do Porto e da Ramirez & C (Filhos), SA, que reproduz, pela primeira vez, em aguarela, o património azulejar, iconográfico e identitário, daquele espaço.

«A Ramirez assume-se portuguesa com orgulho e valoriza muitíssimo a história e todas as manifestações culturais que dão forma à nossa identidade. Os painéis de azulejo são uma manifestação cultural que os portugueses globalizaram e até foram utilizados para registar episódios emblemáticos da nossa história. Temos pois um especial prazer em contribuir para a divulgação desse património», explica Manuel Ramirez, administrador.

Esta obra bilingue configura um outro olhar sobre o acervo azulejar da Biblioteca Pública Municipal do Porto, cujos painéis têm a particularidade de ali não terem sido concebidos, mas também conta a história do monumento que alberga, há várias décadas, este espaço de leitura e saber enciclopédico.

Sobre o autor
Filipe Mariares começou a sua atividade artística por influência materna, desenhando e pintando pequenas aguarelas. Após alguns anos como autodidata e com um interesse e atividade crescentes, frequentou um curso de técnica de óleo, em Londres, na Heatherley School of Fine Arts, onde aprofundou conhecimentos. Atualmente frequenta o último ano da licenciatura de Artes Plásticas/Ramo Escultura, na Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto.

Share this post